Weather

Sacramento, MG

°C

Sacramentanos protestam contra a reforma da praça Getúlio Vargas

Cerca de 100 pessoas estiveram na manhã deste sábado (14), na praça Getúlio Vargas para protestar contra a reforma do local. As obras tiveram início esta semana com a colocação de postes para sustentação de tapumes. A reforma custará cerca de R$ 430 mil e é proveniente de verba do Ministério das Cidades. Uma das mudanças anunciadas pela Prefeitura é a construção de banheiros públicos.

Os manifestantes utilizaram cartazes, folhetos e um carro de som no protesto. Após se reunirem no interior da praça, os participantes deram a volta em torno da Basílica e da própria praça. Logo após, foi feito um abraço simbólico ao coreto central. Duas listas com assinaturas também estavam disponíveis aos participantes: uma contra a reforma da praça e outra pela redução salarial dos vereadores e cargos do executivo de Sacramento.

"Essa obra se resume em uma palavra: desnecessária. O que a praça precisa é de manutenção, mais nada. Com tantas coisas faltando para os munícipes, saúde um desastre... Os banheiros públicos já existentes na cidade estão uma fedentina. Isso pra mim é vedetismo, o prefeito não gostou dessa palavra, mas é vedetismo puro. Querer aparecer com uma reforma desnecessária no centro da cidade", afirmou o professor Amir Salomão Jacób.

Para a empresária do ramo de telefonia, Daniela Gomide, a cidade tem outras prioridades: "O sacramentano está tendo que escolher quando vai ficar doente, para que não corra risco de morte na cidade. Estamos vendo várias obras inacabadas, como praças desmanchadas, os tocos das palmeiras, os canteiros que não foram concluídos... Me sinto lesada como cidadã", frisa a empresária.

O advogado Thiago Scalon - um dos organizadores da manifestação - avaliou positivamente o evento e considerou satisfatório o número de pessoas participantes.

Leia mais sobre a reforma da praça Getúlio Vargas: (CLIQUE AQUI)

Clique nas imagens abaixo para ampliar: